eclipse_solar_2017

O eclipse solar de 2017 seria anúncio do fim do mundo? Entenda

Por Eunice Ferrari

Muito já se falou sobre eclipses, mas nem por isso o assunto deixa de ser fascinante para astrônomos, astrólogos e para seus amantes.  Alguns eclipses são mais intensos que outros e, por esse motivo, valem a insistência no tema.

As energias deste eclipse estão sendo alertadas até mesmo pela NASA, pela força com que ele chega. A Terra é permanentemente influenciada pela energia gravitacional do Sol e da Lua e, segundo a NASA, a força gravitacional do próximo eclipse sobre a terra será tão intensa que a crosta terrestre vai sofrer um inchaço ao longo de 1 mil quilômetros. E pasmem: perderemos algumas poucas centenas de gramas, pelo mesmo fenômeno de inchaço da Terra.

Veja também:

O fenômeno durará em torno de 2 minutos e 30 segundos, no entanto, astrologicamente, poderemos sentir seus efeitos durante os próximos seis meses e em alguns casos até mais. Esse eclipse, junto com o que aconteceu no início do mês, tem mexido mais profunda e intensamente com nosso inconsciente, pessoal e coletivo e tem despertado os medos apocalípticos de muita gente.

A organização religiosa Unsealed, assim como alguns astrólogos e centros esotéricos e religiosos apocalípticos, estão relacionando este eclipse a uma passagem bíblica do Apocalipse de São João.

O apocalipse será, aliás, já está sendo, interno e, a partir de uma tsunami interna e possíveis mudanças de padrões e valores arraigados, a mudança externa acontece, mas não de maneira destrutiva, pelo contrário.

A dor é inevitável, especialmente para nós, ocidentais, ainda muito apegados a situações e pessoas, mesmo as que precisam ser deixadas para trás.

O eclipse do dia 21, será solar, total e no signo de Leão. Às 15h30, a Lua começa um novo ciclo, entra na fase Nova, e a energia do eclipse atinge seu ápice. Sol e Lua unidos não recebem aspectos tensos de nenhum planeta importante, o que me faz acreditar que as energias serão densas, intensas, profundas, mas que nos levarão para um porto mais seguro.

Não acredito em apocalipse, mas no início de uma revolução interna, necessária para mudanças de padrões e valores que já não funcionam mais em nossa doente civilização.

Estamos adoecendo lentamente e novos valores devem ser construídos para a salvação de nossa civilização. Caso contrário, caminhamos para um abismo sem fim. É preciso começar a expandir nossas consciências, e isso acontecerá por bem ou por mal. Portanto, o melhor que temos a fazer por nós mesmos neste momento de densidade energética, é seguir o fluxo. Esse é o grande segredo para a obtenção da paz, expansão de nossa sensibilidade e abertura de nossos corações.

Observem, deixem-se levar, apercebam-se dos sinais que, certamente o Universo enviará a cada um de nós e sigam o fluxo das energias. É hora de colocar os remos dentro do barco e nos deixarmos conduzir por uma força mais poderosa que nós. Uma força que conhece o caminho e o porto seguro que devemos ancorar.

Dois eclipses em um só mês

O último eclipse foi parcial, lunar e no signo de Aquário e, mesmo não sendo considerado um eclipse de muita força e capacidade de mudanças, estamos todos imersos em sua energia. A maioria de nós sente com estranheza as energias em seu entorno.

Muitas pessoas estão se queixando de confusão mental, dificuldade de aprendizado e concentração e uma energia estranha, esquisita no ar.

Com Mercúrio retrógrado em Virgem, sua casa, e dois eclipses, não poderíamos esperar por sensações e sentimentos diferentes dos que temos sentido nesta última semana. Sem falar no mês de julho, que foi extraordinariamente denso e muito difícil para muita gente.