ano

O que foram os primeiros três meses deste ano?

Quando um novo ano começa, renovamos nossas esperanças de começar ou dar andamento a projetos, sejam eles pessoais ou profissionais, de dar um novo colorido às nossas vidas.

No entanto, 2019 começou já debaixo de energias extremamente difíceis e, vamos lá dar conta de todas elas. Afinal, dificuldades foram feitas para serem superadas...SQN...pois as apresentadas já no dia 05 de Janeiro chegaram sob tamanha intensidade, que muitos de nós não conseguiu manter equilibradas as emoções.

Ansiedade a todo vapor e depressão, foram os temas mais falados em consultório, resultado de perdas emocionais e de trabalho, falta de dinheiro, desequilíbrio financeiro, dificuldades em enxergar um futuro minimamente prazeroso, doenças e vontade de jogar tudo para o alto e viver como um ermitão no meio do mato, numa caverna ou praia deserta. A insatisfação tomou conta de tudo e de todos e esse não foi um problema de Brasil, mas de planeta.

Foram 3 meses muito difíceis e o período de extrema dificuldade está chegando ao fim. É claro que Saturno e Plutão caminham de mãos dadas e isso por si só, já aponta para um fardo pesado a carregar. No entanto, as energias do eclipse do dia 05/01, da passagem do Sol pelo último signo do zodíaco e a retrogradação de Mercúrio, ficam para trás e tudo o que pesou nos primeiros três meses, começa a ficar para trás.



Não esperem um 2019 leve, com Saturno e Plutão caminhando através de Capricórnio, mas pelo menos, mesmo com a retrogradação de Júpiter em Abril, teremos um mês menos denso, em que as energias caminham com mais equilíbrio. Saturno e Plutão de mãos dadas em Capricórnio é uma energia muito pesada e se você possui Sol, ascendente, Lua, Vênus, Marte, Saturno ou Plutão no entorno de 15 graus de Capricórnio, Câncer, Áries e Libra, vai sentir ainda mais o peso dessas energias.

No entanto, o novo ano astral começou no dia 21 e a primeira primeira lunação do ano, no dia 05, marca o início real de um novo ciclo, com mais leveza (se é que podemos falar em leveza), ou pelo menos com algumas provações, que fomos obrigados a enfrentar nos primeiros meses, que ficam, definitivamente para trás!

Agora é hora de arregaçar as mangas e trabalhar duramente, para construir, com as nossas próprias mãos, cérebro e energia, este novo ano de Marte, que começou e neste semana se concretiza.
Boa sorte a todos nós!