chocolate_pascoa

Não é o chocolate da Páscoa que vai fazer você engordar; entenda

Por Jamile Lacerda

Páscoa e chocolate: uma mistura explosiva para o ganho de peso? Muita gente espera essa data passar para marcar uma consulta com o nutricionista pra tentar correr atrás do leite derramado, ou melhor, do chocolate consumido! Mas não adianta colocar a culpa na data especial para o ganho de peso.

Horóscopo da saúde em 2019: previsões para o bem-estar do seu signo >>
Os signos que estarão esbanjando charme e beleza em 2019 >>
Os 5 signos que mais engordam e sofrem com o peso na balança >>



Engordamos quando há um baixo gasto de energia e como, muitas vezes, trabalhamos sentados ou com pouca movimentação e postergamos o início de uma atividade física. Mas isso não acontece da noite para o dia. Ninguém dorme com o peso adequado e acorda acima do peso. Isso leva um tempo.

Minha sugestão para este feriado de Páscoa é: alimente-se bem e com equilíbrio.

Não precisa trocar o café da manhã por chocolate “só porque é Páscoa”. Não precisa comer o dobro da quantidade de comida que você geralmente está acostumado porque “é Páscoa”. Não precisa pular refeições, já que você vai comer mais do que o necessário com a família, tentando controlar as calorias, pois fazendo isso, sem perceber, talvez você consuma muito mais calorias do que se tivesse tomado seu café da manhã normalmente.



Ao que tudo indica, o mundo não vai acabar tão rápido. O chocolate tem validade longa. Então, não precisa acabar com todos os bombons e os ovos que ganhar no final de semana. Dá para dividir, guardar, levar para o trabalho – para aquele docinho pós-almoço.

Lembrando que essa data é comemorada através da renovação interna, podemos começar a refletir. A comida e o alimento também fazem parte da congregação que fazemos com os amigos, familiares ou sozinhos.

Por isso, alimente-se bem, saboreie os alimentos e os pratos que foram feitos com tanto carinho. Saboreie o chocolate com calma, aproveite a diminuição do ritmo para isso. Experimente novos sabores, de repente você pode se surpreender apreciando um chocolate meio amargo.



Tenho certeza de que você comerá bem menos do que imaginava e o tanto que realmente seu corpo precisa. Sem exageros.

Alimentação consciente: o que é e COMO lidar com a comida? >>

Jamile Lacerda é nutricionista graduada pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP). Fez aprimoramento em Nutrição Clínica no Hospital Sírio Libanês e pós-graduação em Fisiologia do Exercício e em Informática em Saúde, ambos pela UNIFESP. Entre em contato com Jamile Lacerda pelo e-mail: nutri.jamile.sallum.lacerda@gmail.com