Peixes e Virgem

Mais uma dupla de complementares bastante interessante. Signos opostos podem dar-se muito bem se houver respeito, pois ambos sempre se complementam.

Virgem signo de terra, simples e ligado à rotina e ao trabalho, preocupado com detalhes e minúcias de tudo o que se encontra ao redor. Peixes, signo complexo, sofisticado, aquático e imprevisível, instável e sensível às maiores sutilezas da vida. Peixes é romântico e possui grande dificuldade em adaptar-se à vida como ela é. Virgem é pragmático, crítico e politizado. Peixes adora as viagens mentais e o mundo invisível, sutil e espiritual é seu maior conhecido. Virgem é intelectual e está sempre com os pés bem plantados no chão, ligado a questões sociais e políticas e avesso às diferenças de classe e injustiças sociais.

A princípio tantas divergências podem assustar, mas com bom senso e muita sensibilidade, o que essa dupla tem de sobra, podem complementar-se, pois um tem muito o que aprender com o outro. Virgem pode dar forma aos sonhos de Peixes, aceitando-os e tornando-os realidade, ao mesmo tempo que Peixes ensina Virgem o valor de tudo o que sentimos e não enxergamos com os olhos físicos. Pode ensiná-lo a se soltar e se entregar à forças que são maiores que os dois juntos, maiores que a própria vida.

A vida não é feita somente da realidade concreta e nem de sonhos de um lugar melhor para se viver, mas das duas coisas. Virgem e Peixes devem aprender a usar seus poderes e sensibilidades para sonhar e realizar seus sonhos juntos, complementando-se. Na cama, o amor flui naturalmente e um completa o outro.

Peixes e Áries

Árianos são pessoas apaixonadas, impulsivas e extrovertidas, piscianos, são extremamente sensíveis, emocionais e introvertidos. Dois signos tão diferentes não devem insistir em algo mais sério e profundo, pois especialmente os piscianos, podem sair feridos.

Áries é briguento e não leva desaforo para casa, além de serem agressivos e autoritários. Peixes é altamente sensível e não costuma reagir a uma provocação ou briga, podendo tornar-se passivo demais, até por medo das reações tão intensamente viscerais arianas.

Pode haver atração em um primeiro momento, pois o encontro da assertividade e objetividade ariana e a doçura de peixes podem fazer com que haja um encantamento mútuo. No entanto, com o passar do tempo, os sentimentos desenvolvidos não serão os mais belos. A sensibilidade de Peixes será abalada pela necessidade de conquista e competição de Áries e é exatamente esse excesso de sensibilidade que fará com que a tão famosa e insuportável irritação ariana seja despertada.

Peixes é passivo, Áries agressivo e reativo. Sua independência e espírito de aventura, a princípio, encantarão o dependente e tão carente pisciano, mas com o passar do tempo essas características, que a princípio encantaram, se transformam nos principais motivos para discussões. Piscianos não gostam de embates, não se adaptam a enfrentamentos e preferem ficar quietos, mesmo diante de uma grande ofensa. Ironia, provocação, frustração e sentimento de culpa são desencadeados causando a infelicidade de ambos.

Peixes e Touro

Touro é filho da terra e Peixes da água. Enquanto um alimenta, o outro dá forma. Esta pode ser uma dupla interessante, se conseguirem aceitar as diferenças que existem entre ambos, e não são poucas. Ambos são românticos, no entanto, mesmo a forma de viver o romance é diferente em ambos. Há certa empatia entre eles, difíceis de definir, mas visíveis quando estão juntos.

Touro é realista e sensorial, enquanto Peixes é idealista e sensitivo. Essas diferenças podem ser muito grandes entre eles, mas como ambos são afetuosos e não gostam de brigas, há facilidade na acietação de cada um. Os dois têm em comum a sensibilidade, a capacidade de afeto e a necessidade de estar próximos um do outro.

Devem tomar cuidado com a dependência mútua, pois ambos possuem essa tendência. Peixes ensina Touro a voar, o que é absolutamente necessário para o crescimento desse signo. Touro ajuda Peixes a colocar os pés no chão e, quem sabe, organizar um pouco suas caóticas emoções e contas bancárias.

A segurança que Peixes pode dar a Touro é a emocional, pois Peixes sempre é apaixonado e dedicado ao seu parceiro amoroso. O ponto de desgaste do relacionamento pode ser a incapacidade de organização interna e externa que a maioria das pessoas de Peixes possuem. Touro, na maioria das vezes será o ponto de apoio de Peixes, especialmente quando se trata do mundo material.

O ponto forte desse relacionamento é a paciência e a tolerância que ambos possuem, e é por isso que esta relação, apesar das diferenças tem muito para dar certo.

Sensualmente podem também dar muito certo, pois ambos possuem grande capacidade de entrega. Sem falar na necessidade de amor, romantismo e afeto que ambos compartilham e que explode quando estão na horizontal.

Peixes e Gêmeos

Esta dupla pode sofrer pela falta de consistência e total falta de entendimento, até do que dizem. Vivem em mundos completamente diferentes, tanto dentro como fora de si mesmos. São sensíveis, mas cada um ao seu modo.

Gêmeos é altamente mental e sente o mundo através da mente. Peixes possui a sensibilidade à flor da pele, tão intensa e profunda, que, na maioria das vezes, não consegue transformar em palavras suas impressões. Vibram em sintonisas distintas. Instáveis e volúveis, se houver atração entre ambos, pode ser apenas por alguns dias. A não ser que haja em seus mapas algo mais compatível que os aproxime.

Nem um, nem outro, poderá criar um clima de segurança e de estabilidade, e o relacionamento pode mesmo terminar pela dificuldade de concretização que ambos possuem. Será necessário o mínimo de estabilidade para que o relacionamento possa crescer e amadurecer. O excesso de emocionalismo de peixes pode chocar e assustar o geminiano, mesmo que ele seja muito sensível. Da mesma forma as dificuldades com o mundo emocional que Gêmeos possui faz com que Peixes se distancie cada vez mais de seu companheiro geminiano.

Emoções demais sempre se chocam com o excesso de racionalidade. Mundos opostos quase nunca conseguem se encontrar, por isso é mais provável que esta relação dure apenas alguns dias ou meses. Estabilidade e durabilidade não fazem parte do vocabulário de nenhum dos dois signos.

Peixes e Câncer

Essa dupla vive à flor da pele, pois seu nome é emoção. Eles formam, certamente, a dupla mais sentimental e romantica do zodíaco. Amor, romance, acolhimento, mimo, derretimento, e tudo o que um casal “melado” tem direito, essa dulpa terá de sobra. Tem que tomar cuidado apenas com o excesso de doçura, que pode levar a um certo isolamento do mundo, à construção de um mundo a dois à parte do mundo real. O amor brota à primeira vista, ou ao primeiro bate papo, mas já o primeiro encontro será marcante.

A identificação e a empatia serão instantâneoas, pois a forma de encarar e enfrentar a vida são muito parecidas. Também a forma de enxergar o amor e os relacionamentos será idêntica e a paixão nascerá rapidamente. O medo de mostrar os sentimentos pode atrasar um pouco o início do relacionamento, mas esse medo não é do envolvimento, mas da rejeição, da não aceitação, medo de ser inadequado.

Um dos dois terá que dar o primeiro passo e esse será o principal ponto para que o relacionamento aconteça. Ultrapassando essa etapa, tudo correrá às mil maravilhas. Nem um dos dois tem medo da entrega, que acontece naturalmente. O excesso de emoções, o romance, a intuição aguçada, a necessidade de cuidado, de afeto e segurança são características de ambos. As brigas quase nunca acontecerão, visto a alta sensibilidade e respeito de ambos.

A segurança material, provavelmente fica nas mãos de Câncer, que tem facilidade em lidar com dinheiro e já que Peixes tem muitas dificuldades em lidar com o mundo material. Mas o amor e carinho que estes dois signos podem proporcionar trarão a segurança necessária para construir uma boa estabilidade e confiança mútuas. A intensidade emocional de cada um, será firmada no momento da intimidade, que será um outro ponto forte entre esse interessante casal.

Peixes e Leão

Água e fogo sempre podem criar problemas quando colocados num mesmo ambiente. Um apaga o outro, ou evapora.

Leão é extrovertido e tem uma expressão vigorosa e voltada para fora, para o social. É seguro, determinado e assertivo. Peixes é emotivo e instável, extremamente introspectivo e discreto, tímido e voltado para questões que envolvem suas próprias emoções e os sentimentos de todos. É discreto e avesso a manifestações emocionais dramáticas, como por exemplo a expansividade de Leão.

Da mesma forma, Leão certamente ficará incomodado e até bastante irritado com a instabilidade, as incertezas, a insegurança e a falta de firmeza de Peixes. É desaconselhável a tentativa de um relacionamento durável, já que a força e determinação de Leão podem massacrar o sensível e angustiado signo de Peixes. A não ser que um ou outro possua em seus mapas, configurações que amenizem essa tendência.

Além do mais, Peixes é retraído e adora ficar só. Fecha-se recluso em seu mundo para sentir-se seguro. Leão precisa de aplausos, de palco e das trocas e atividades sociais. O amor à arte e a criatividade pode ser um ponto comum entre ambos, mas a durabilidade da relação vai depender do nível de percepção e evolução de cada um. E do nível de tolerância com as diferenças.

O mais provável, é que com o passar do tempo, essas diferenças de temperamento certamente farão com que um se afaste do outro. Na cama podem se dar bem no início do relacionamento, mas na verdade, esta não é uma relação feita para durar.

Peixes e Virgem

Mais uma dupla de complementares bastante interessante. Signos opostos podem dar-se muito bem se houver respeito, pois ambos sempre se complementam.

Virgem signo de terra, simples e ligado à rotina e ao trabalho, preocupado com detalhes e minúcias de tudo o que se encontra ao redor. Peixes, signo complexo, sofisticado, aquático e imprevisível, instável e sensível às maiores sutilezas da vida. Peixes é romântico e possui grande dificuldade em adaptar-se à vida como ela é. Virgem é pragmático, crítico e politizado. Peixes adora as viagens mentais e o mundo invisível, sutil e espiritual é seu maior conhecido. Virgem é intelectual e está sempre com os pés bem plantados no chão, ligado a questões sociais e políticas e avesso às diferenças de classe e injustiças sociais.

A princípio tantas divergências podem assustar, mas com bom senso e muita sensibilidade, o que essa dupla tem de sobra, podem complementar-se, pois um tem muito o que aprender com o outro. Virgem pode dar forma aos sonhos de Peixes, aceitando-os e tornando-os realidade, ao mesmo tempo que Peixes ensina Virgem o valor de tudo o que sentimos e não enxergamos com os olhos físicos. Pode ensiná-lo a se soltar e se entregar à forças que são maiores que os dois juntos, maiores que a própria vida.

A vida não é feita somente da realidade concreta e nem de sonhos de um lugar melhor para se viver, mas das duas coisas. Virgem e Peixes devem aprender a usar seus poderes e sensibilidades para sonhar e realizar seus sonhos juntos, complementando-se. Na cama, o amor flui naturalmente e um completa o outro.

Peixes e Libra

Os dois signos mais delicados e avessos a enfrentamentos podem sentir uma atração irresistível à primeira vista. No entanto, apesar da delicadeza, que certamente reinará entre esse casal, não há uma freqüência vibratória muito equilibrada. Signos de ar não costumam entender os aquáticos e vice versa.

Libra vibra em uma sintonia mental, intelectual, voltada para uma compreensão racional da vida e do mundo. Enquanto Peixes funciona através de sensações e eflúvios não explicáveis racionalmente, vibra a partir das emoções mais profundas e inexplicáveis, trabalha mais através das sensações que uma situação ou pessoa provoca. Entende a vida através das emoções e sensações, e não da lógica.

Libra capta as nuances intelectuais e mantém a lógica em todas as situações, por mais desequilibradas que possam parecer. Racionaliza e dificilmente perde a razão ou o equilíbrio, enquanto Peixes vive altos e baixos emocionais que não passam pela razão. Peixes normalmente possui o mundo inconsciente à flor da pele, sem conseguir entender seus próprios processos.

Existem algumas coisas em comum, o que pode ser um ponto forte de união entre os dois: o amor à arte, a sensibilidade, o respeito e a preocupação com as necessidades de cada um, além de um grande amor pelas expressões humanas. No entanto, isso tudo funciona mais em uma amizade do que em um relacionamento afetivo.

Peixes é dependente, ao contrário de Libra. Peixes é carinhoso e afetuoso fisicamente e Libra não é muito ligado nos contatos físicos, mas sim na troca mental. A indecisão e insegurança podem ser um ponto de dificuldade, pois ambos não conseguem agir com objetividade e foco suficientes.

Libra precisa da vida social, de seus amigos por perto e de divertimento e prazer social quase constantes. Peixes precisa mergulhar em seu solitário mundo de vez em quando e isso pode perigoso para a relação. Se houver respeito e compreensão, o que não falta para nenhum dos dois signos, podem conseguir viver dentro de certa harmonia durante muito tempo.

Peixes e Escorpião

Dois signos de água juntos pode ser uma ótima mistura quando se trata de amor e paixão. Este pode ser um bom relacionamento, já que os dois vibram na mesma sintonia. O mundo emocional é onde eles nadam com maior facilidade nesta vida e um pode ajudar um ao outro, a salvar-se da miséria emocional que reside neste mundo.

Somente um signo de água pode entender a insatisfação de outro signo aquático e Escorpião, com sua profundidade e facilidade de contato com sua própria miséria, pode compreender a dificuldade de Peixes em adaptar-se e viver com tranquilidade e paz neste nundo de desigualdades e poder.

O interesse pela vida além da matéria será um ponto em comum entre esses dois sensíveis e misteriosos signos. A paixão e o interesse é despertado logo no primeiro encontro. Escorpião é intenso e Peixes consegue entender a profundidade de sua intensidade, já que carrega em si a profundidade dos oceanos. O amor e a paixão serão outra forte marca entre os dois. Um se reconhecerá no mundo do outro, encontrando inúmeras afinidades, especialmente emocionais. A sede de um, é saciada pelo outro, mas devem tomar muito cuidado com a dependência emocional que pode surgir de ambas as partes.

Ambos conhecem a sombra humana, as faltas e insatisfações de todos os seres humanos, pois conseguem nadar profundamente em suas próprias águas. Nem mesmo o sentimento de posse e o excesso de ciúme podem assustar Peixes, que deixará Escorpião usar e abusar do excesso de autoridade e comando. Não haverá nenhuma competitividade, pois Peixes não só não liga, mas não pretende de maneira alguma exercer qualquer tipo de poder sobre o outro.

Peixes dará a Escorpião a paz que tanto procura, o conforto e a segurança emocional que quase nunca vivencia, já que é um signo que busca, acima de qualquer coisa, a paz e profunda tranqüilidade e aquiescência. Na cama a emoção e as paixões darão o tom da profundidade do encontro.

Peixes e Sagitário

Há um ponto em comum muito importante que pode unir esse curioso casal: a espiritualidade e o misticismo. Sagitário é um signo de busca e Peixes, idem. Da busca de si mesmo e espiritual, da busca do verdadeiro sentido de suas próprias vidas e da vida em todo Planeta.

Ambos compartilham da necessidade de estar em conexão com algo maior e mais profundo do que o que enxergamos. São ambos signos religiosos, no sentido da necessidade de fazer contato e ligação com o Deus dentro e fora de si mesmos.

No entanto, possuem vibrações bastante diferentes, pois Sagitário é filho do elemento fogo, enquanto Peixes, do elemento água. Enquanto Sagitário funciona através de elaborações mentais da vida, Peixes funciona através das emoções e irracionalidade.

A falta de paciência de Sagitário com o enigmático Peixes, pode prejudicar o relacionamento. Sagitário é direto, franco, objetivo e claro nas suas intenções e também nas respostas que dá ao mundo. Peixes é subjetivo, emotivo e sensível demais para o nosso, muitas vezes agressivo sagitariano. Peixes nunca é direto, na verdade ele rodeia, rodeia, rodeia e nunca vai direto ao ponto deixando muitas vezes nosso amigo sagitariano bastante irritado, pois Sagitário é direto e não possui papas na língua.

A subjetividade pisciana normalmente tira do sério nosso amigo centauro que, de vez em quando precisa dar alguns coices para desopilar suas raivas e insatisfações e isso pode ferir nosso frágil peixinho. Além disso, Peixes é um dos signos mais dependentes do zodíaco, enquanto Sagitário é exatamente o oposto. Além de ser extremamente independente, não suporta carregar pessoas que desenvolvem certa dependência deles.

Não suportam também a indecisão e a insegurança, características típicas do pisciano. Sagitário é um signo mental, ligado às ciências e às explicações cerebrais e lógicas. Nada passa por eles sem antes passar pelo crivo da razão. Peixes é pura emoção e seu entendimento sobre a vida passa somente pelas suas sensações, que normalmente são difusas e subjetivas. Dois temperamentos diferentes demais para o equilíbrio necessário a uma relação a dois.

Peixes e Capricórnio

Terra e água sempre são compatíveis, pelo menos em alguns aspectos, pois enquanto a terra dá forma e limite à água, a água torna a terra fértil e pronta para uma boa plantação e colheita. São duas forças completamente diferentes entre si, no entanto, essa dupla pode tornar-se muito interessante se a atração, o respeito e o amor for grande.

Capricórnio é seguro, pelo menos no que diz respeito àquilo que deseja, seja uma pessoa, uma carreira ou mesmo um status social. É estável, realista, determinado, objetivo, frio muitas vezes e realizador. Peixes é instável, idealista, inseguro e absolutamente avesso às lutas e disputas materiais. Isso não quer dizer que ele não lute, mas, na verdade, não vê muito sentido nela.

Enquanto Capricórnio briga diariamente por um lugar ao Sol, luta incansavelmente para a construção de sua vida material e a durabilidade e estabilidade da mesma, Peixes cuida das energias e das influências espirituais na vida dos dois. Um relacionamento que pode dar certo se houver aceitação e ausência de críticas ou cobranças especialmente da parte de Capricórnio. Se Capricórnio tiver paciência e bom humor, pode até ensinar nosso amigo pisciano o valor e a necessidade de sua luta, pois Peixes precisa aprender a importância do mundo material.

No entanto, Capricórnio pode perder-se em meio a falta de sentido de uma vida tão limitada e em alguma altura de sua vida, ou mesmo de seu dia, pode precisar da leveza do mundo que seu parceiro de Peixes vive, um mundo mais colorido e de fantasias que nunca, em momento algum, poderia passar por sua cabeça existir. Capricórnio necessita da leveza do mundo de Peixes, de sua espiritualidade para se tornar mais otimista e possuir um pouco mais de fé na vida.

Um tem condições de mostrar seu mundo para o outro e juntos dividirem o que cada um tem de melhor. Podem complementar-se. Além disso, Peixes, com sua delicadeza e sensibilidade pode conseguir quebrar a delicada casquinha de gelo que Capricórnio constrói ao redor de si para proteger-se e atingir o que tem de melhor: seu mundo emocional e sensibilidade. Esse trabalho só pode ser executado através de uma pessoa de Peixes, pois ela possui sensibilidade suficiente para entender que, por trás de todo aquele gelo reside um serzinho que morre de medo de expor sua frágil vulnerabilidade. Um casal interessante onde cada um pode, com o tempo, ensinar muito ao outro.

Peixes e Aquário

Aquário é um signo de ar, e possui dois lados diferentes que costuma brigar entre si: um é tradicional e conservador e o outro, moderno e inovador. Normalmente colocam esses lados em setores diferentes de suas vidas. Por exemplo, é conservador com tudo o que se relaciona com o trabalho e não consegue se fixar em um relacionamento, ou ao contrário, nos relacionamentos é mais fiel e luta para uma relação estável e busca um tipo de carreira que possa usar seu lado inovador e criativo.

Aquário é um signo mental, que elabora a vida a partir de sensações que passam antes pela sua mente e somente depois pelas emoções. Não é exatamente um signo de grandes sensibilidades no sentido de compreender as emoções e dificuldades humanas. Pelo contrário, são pessoas críticas e até um tanto frias nesse sentido. Aquarianos não conseguem lidar bem com manifestações emocionais e quanto mais dramáticas são, menos respeito terão por elas.

Peixes é um signo de água e o mais sensível da trilogia. É todo emoção, sensibilidade e fragilidade. Percebe e elabora a vida através de sensações, intuições vagas e especialmente através de seu mundo emocional. Possui uma grande dificuldade de compreender e aceitar a vida material, e por isso normalmente escolhe idealizar e fantasiar o mundo e os seres humanos em geral.

Não é exatamente uma dupla feita para conviver, a não ser para uma grande amizade e trocas intelectuais sobre a filosofia da vida como um todo e, é claro, terão visões e opiniões totalmente diversas. Mesmo como amigos, um pode irritar severamente o outro.

Aquário é mental e Peixes absolutamente sentimental e emotivo. A independência de Aquário unida à facilidade de lidar com a própria vida, a princípio podem encantar, mas com o tempo vai assustar nosso amigo de Peixes, que é o signo das pessoas mais dependentes do zodíaco. Aquarianos são pessoas racionais, contemporâneas, adoram a vida social, as lutas pelo bem comum. Peixes compartilha do mesmo idealismo, mas é confuso demais para o nosso rápido e frio aquariano.

Na verdade o que acontece é uma diferença na vibração energética, pois signos de ar e água dificilmente encontram o equilíbrio energético necessário para uma vida tranqüila e pacífica. Não há nenhuma identificação para uma relação duradoura. É provável que Aquário acabe pesando demais sobre a sensibilidade de Peixes, o que pode ser muito prejudicial para ambos.

Peixes e Peixes

Essa é uma combinação que pode dar muito certo ou muito errado, tudo vai depender de como os dois lidarão com tanta coisa em comum. Ambos são sonhadores e conectados a mundos sutis. Sensíveis ao extremos, e com grande dificuldade de lidar com o mundo material e financeiro. A não ser que tenham alguns aspectos relacionados ao elemento terra em seus mapas e possivelmente devam ter, podem ambos, enfrentar problemas relacionados às finanças. Por esse motivo, as dificuldades podem começar a surgir, quando a rotina e as exigências materiais se tornarem freqüentes.

Emoção não vai faltar e isso só será bom se os dois, ou pelo menos um deles, conseguir dar alguma forma aos seus sentimentos. Um mar revolto pode se manifestar ao invés de um lago calmo, e isso pode prejudicar a empatia natural entre o casal.

Os dois trabalham mais nos planos sutis, portanto bastará apenas um olhar para saber o que o outro está pensando ou sentindo. Doçura, sensualidade, amor, romantismo, afeto, carência de ambas as partes, tudo isso vocês terão de sobra.

O que deve ser trabalhado e aprendido é o realismo, que pode faltar nessa sensível e curiosa dupla. Na cama a sensibilidade à flor da pele será a marca dessa relação que será vivida profundamente.